Cumplicidade materna - não tem idade | Baby&Me

Cumplicidade materna - não tem idade

Publicado: 09/05/2018


Me lembro como se fosse hoje. Estava no carro com a minha mãe e fiz uma confissão: que o momento de perder a virgindade com meu namorado estava muito perto de acontecer.

Ao falar senti medo, vergonha, timidez... não tinha ideia do que ela ia dizer. Ela respirou fundo e começou me contando como foi a sua primeira vez, o que tinha sentido naquele momento e terminou dizendo:


"Foi um momento muito especial pra mim e fez toda a diferença fazer com alguém que eu amava. Por isso, quando você decidir o seu momento, escolha alguém que você realmente ame. Porque o corpo você lava, mas a cabeça não."

Ficamos em silêncio e seguimos em frente. Aquilo bateu tão forte e significou tanta coisa... Que eu podia contar com ela, confiar nela, falar sobre assuntos constrangedores e principalmente que a responsabilidade da minha vida e dos meus atos, era minha (eu tinha 18 anos na época). Que o que ela podia fazer era me transferir o máximo de experiências e valores, mas que o resto era comigo. 

Sem saber ou sem querer, me ajudou a ver como quero ser com os meus filhos. O quanto quero poder dialogar abertamente, sem esquecer que um dia já estive no lugar deles. Ter lucidez, atenção e amor nas minhas perguntas, respostas e conselhos.

Obrigada por ter tido presença e por ter sido um presente. Quem dera Deus por descuido te fizesse eterna.

Voltar